Planetário do RJ recebe etiqueta A do Procel - SustentArqui

Rio de Janeiro 11/04/2016 | 16:46 - Por: Redação Sustentarqui

Planetário do RJ recebe etiqueta A do Procel

Planetário do RJ recebe etiqueta A do Procel

A Fundação Planetário é o primeiro órgão da Prefeitura do Rio de Janeiro a conquistar a etiqueta A do Procel.

Além de promover a Astronomia e Ciências Afins, a instituição também se preocupa em tornar o seu espaço em um ambiente sustentável, seguindo as diretrizes e dimensões presentes em seu Plano Estratégico 2013-2022. Por meio de parceria firmada em 2012 com a Light, a Fundação Planetário vem desenvolvendo projetos que visam atingir maior nível de eficiência energética.

E as ações vêm rendendo frutos. Com apoio da agência GIZ (Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável) e por meio da parceria com a Light no âmbito do Programa de Eficiência Energética (PEE) da ANEEL, a Fundação Planetário conquistou a Etiqueta Classe A em eficiência energética para edificações públicas, no âmbito do Programa Brasileiro de Etiquetagem de Edificações (PBE Edifica), coordenado pelo Inmetro e pela Eletrobras, pelos projetos de melhorias na envoltória e no sistema de iluminação da Unidade Gávea.

Relacionado:Etiqueta de eficiência energética será requisito obrigatório para edifícios públicos federais 

O Rio de Janeiro faz parte das cidades líderes no compromisso ambiental, C40 – rede de metrópoles comprometidas com o combate às mudanças climáticas. E a Fundação é o primeiro órgão da Prefeitura do Rio a obter a etiqueta.

 

“A instituição, através dos seus projetos de caráter sustentável, sela seu compromisso com o Plano Estratégico 2017-2020 da Prefeitura do Rio, que visa, dentre outros temas, uma cidade verde, sustentável e resiliente”, conta Tanize Richa, Presidente da Fundação Planetário.

Planetário do RJ recebe etiqueta A do Procel

Projetos contemplados na Etiqueta A do Procel

O projeto do sistema de iluminação consiste em substituir todas as 1.457 lâmpadas do prédio por lâmpadas LED, que consomem menos energia e oferecem maior durabilidade. A medida acarretará a redução de 35.429W de potência instalada.

Já a reforma da envoltória prevê, entre outras medidas, a sobre o acesso ao Museu do Universo. Serão instalados 180 painéis compostos por células fotovoltaicas entre placas de vidro, que captarão a energia solar, transformando-a em energia elétrica para uso do prédio, além de atenuarem o ingresso de radiação solar no interior do prédio, diminuindo a demanda de ar condicionado. A transparência dos painéis assegurará o ingresso de luz natural e manterá a comunicação visual do visitante com o exterior.

Relacionado: Selo Procel Edificações: Certificado de Eficiência Energética em Edificações 

A energia elétrica a ser gerada pelo sistema fotovoltaico, estimada em 37.014 kWh/ano, será equivalente ao consumo anual da Nave-Escola, uma das atrações do Museu. A demonstração do balanço entre a geração de energia elétrica fotovoltaica e o consumo energético de um setor específico do Museu será um dos recursos didáticos a serem explorados na Exposição “Sala do Sol”, a ser instalada futuramente no último andar do Museu. O objetivo será difundir a ideia do consumo consciente de energia para um público de 200 mil visitantes por ano, principalmente, crianças e jovens de escolas que visitam a instituição diariamente. Durante a visita, será possível conhecer um pouco mais sobre o funcionamento da tecnologia.

O objetivo é que até 2017 todas as fases do projeto sejam concluídas.

 

Fonte e imagens: Planetário do Rio de Janeiro

, , ,

Comments

Edifícios de Zero Energia

Centro Sebrae de Sustentabilidade é finalista do prêmio mundial do BREEAM

O Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS), unidade de referência nacional do Sistema Sebrae em sustentabilidade, ...
projeto sustentável recepção greenpeace

Projeto sustentável transforma recepção do Greenpeace em SP

O Greenpeace Brasil promoveu um concurso para a revitalização da recepção do escritório da ONG em São Paulo. Os ...
Abrigos de bambu em Bali

Abrigos de bambu promovem transformação social em Bali

Abrigos de bambu para catadores de lixo projetados pela empresa IBUKU, especialista em construções sustentáveis, ...

Produtos Sustentáveis mais procurados

Tanque Coletor de Água de Chuva ( Cisterna Aparente )

Tanques para captação de água de chuva.

Ecofossa- sistema ecológico de tratamento de esgoto

Ecofossa é um sistema ecológico de tratamento de esgoto que maximiza ações de bactérias e não utiliza energia ...

Notícias mais acessadas

dicas para reaproveitar pallets

Dez dicas para reutilizar paletes de madeira

Afinal, o que é um pallet ou palete? Para que serve? A palavra pallet é de origem inglesa, e em português se ...
vantagens telhados verdes

Vantagens e desvantagens de um telhado verde. Veja exemplos.

Telhado verde, terraço jardim, cobertura vegetal, ecotelhado, telhado ecológico, são vários nomes para esse sistema ...