Centro Sebrae de Sustentabilidade será autossuficiente em energia

Rio de Janeiro 20/05/2016 | 0:16 - Por: Redação Sustentarqui

Centro Sebrae de Sustentabilidade em MT será autossuficiente em energia

Centro Sebrae de Sustentabilidade

Foto: Juliano Duarte

O Sebrae MT (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Mato Grosso) vai inaugurar duas micro usinas de energia solar fotovoltaica, hoje dia 20, às 9h.

Juntas vão gerar 120 kWp (quilowatt-pico), que tornarão o Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS) autossuficiente em energia e reduzirão o consumo de energia elétrica da sede do Sebrae MT em 30%.

Uma micro usina gerará 75 kWp e a outra 45 kWp. Ao todo foram instaladas 480 placas fotovoltaicas. Nos finais de semana, o excedente gerado será distribuído pela rede da Energisa (concessionária do Estado de Mato Grosso) e o valor referente será descontado na conta mensal de luz da instituição. O retorno do investimento se dará em cerca de seis anos.

Esta iniciativa é mais uma boa prática sustentável pioneira do Sebrae MT, que visa atender e preparar o mercado, especialmente os pequenos negócios mato-grossenses, para a implantação de sistemas de micro (igual ou menor a 100 kWp) e minigeração (superior a 100 kWp até 1MWp) de energia solar fotovoltaica.

As duas micro usinas também funcionarão como unidades demonstrativas para pesquisas sobre as variáveis que influenciam a geração de energia solar, tais como temperatura, umidade, insolação, indicadores de rendimento mensal, custos, entre outras.
Inovação e economia

“A tecnologia solar é o que há de mais inovador, no momento, em termos de energias renováveis, garantindo a redução de custos ou até a autossuficiência no consumo de energia elétrica e também tornando as empresas e residências menos vulneráveis em relação a eventuais situações de escassez ou excesso de demanda de energia, responsáveis pelos aumentos tarifários”, afirma Suênia Sousa, gerente do CSS.

O Brasil tentava consolidar a tecnologia solar, há duas décadas. A Lei 482/2012 impulsionou o segmento ao regulamentar a implantação dos sistemas de geração de energia solar fotovoltaica. No ano passado, a Lei 657/2016 permitiu a geração por consórcio e em condomínios.

Atualmente a micro e minigeração de energia solar está em alta no país. No ano passado, este segmento cresceu 40%, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), totalizando 1.675 sistemas instalados, que equivalem a 0,02% da matriz energética nacional.

Em janeiro deste ano, foram instaladas 215 micro e mini usinas no país, de acordo com agência. A previsão é de que o segmento crescerá 800%, em 2016. Até 2020, 1,2 milhões de consumidores passarão a produzir a própria energia no Brasil, totalizando 4,5 GW de potência instalada.

Espera-se que em 2040, 1/3 da capacidade de geração de energias renováveis no país seja solar fotovoltaica, que corresponde a seis (6) usinas Itaipu em funcionamento, conforme projeção da Consultoria Especializada BNEF (Bloomberg New Energy Finance). O Plano Nacional de Energia (PNE) estima que 13% do consumo residencial de eletricidade serão fornecidos por painéis solares instalados nos telhados (78 GW), até 2050.

A atuação de duas montadoras de placas solares e inversores no país também corrobora o rápido desenvolvimento dos negócios e instalação de sistemas, nos últimos anos. Apenas as células fotovoltaicas (feitas de silício e fósforo) ainda precisam ser importadas (da China).

A cadeia de energia solar é considerada grande geradora de empregos verdes e deverá dar um salto considerável, na contramão da retração econômica que vive o país. Nos Estados Unidos, este setor é um dos maiores empregadores. No período de 2010 a 2015, os empregos cresceram 173%, segundo dados da The Solar Foundation.

Interesse

A tecnologia solar interessa aos empresários e empreendedores de MT. Prova disso tem sido os cursos com consultorias que o Sebrae MT está realizando sobre o tema, desde o ano passado. Em 2016, já foram promovidos três cursos em Cuiabá, Juína e Lucas do Rio Verde. Até o final do ano, a instituição vai ministrar mais cinco na capital e interior.

A equipe do Centro Sebrae de Sustentabilidade e Sebrae MT está preparada para apoiar a elaboração de projetos para apresentação à concessionária de energia (Energisa) e às instituições financeiras (Banco do Brasil, Caixa, BNDES, Sicredi e Sicoop), que possuem linhas de crédito para implantação de tecnologia solar nos empreendimentos, assim como o de fazer o diagnóstico de viabilidade técnica e financeira dos sistemas.

Centro Sebrae de Sustentabilidade Cuiabá

Foto: Divulgação

O Centro Sebrae de Sustentabilidade é a unidade de referência nacional do Sistema Sebrae neste tema. Em 2013, o edifício-sede do centro conquistou a certificação Procel Edifica, fornecida pela Eletrobras e Programa Nacional de Conservação de Energia (Procel), em parceria com o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) do Inmetro.

 

Fonte: Assessoria Sebrae MT

 

, , , , ,

Comments

telhado solar da tesla

Telhado solar da Tesla já está no mercado e com “garantia infinita”

Em outubro do ano passado, Elon Musk anunciou uma incrível inovação, o telhado solar da Tesla, com um desenho muito ...

Fruta pode tornar painéis solares mais baratos e ecológicos

Pesquisadores do Instituto Indiano de Tecnologia (IIT) descobriram que um pigmento encontrado no jamun absorve ...
Primeira usina de lixo sem incineração do Brasil ficará em MG

Usina de lixo sem incineração pioneira no Brasil ficará em MG

A primeira ” usina de lixo ” sem incineração do Brasil será instalada na cidade de Boa Esperança, em ...

Produtos Sustentáveis mais procurados

Tanque Coletor de Água de Chuva ( Cisterna Aparente )

Tanques para captação de água de chuva.

Ecofossa- sistema ecológico de tratamento de esgoto

Ecofossa é um sistema ecológico de tratamento de esgoto que maximiza ações de bactérias e não utiliza energia ...

Notícias mais acessadas

dicas para reaproveitar pallets

Dez dicas para reutilizar paletes de madeira

Afinal, o que é um pallet ou palete? Para que serve? A palavra pallet é de origem inglesa, e em português se ...
vantagens telhados verdes

Vantagens e desvantagens de um telhado verde. Veja exemplos.

Telhado verde, terraço jardim, cobertura vegetal, ecotelhado, telhado ecológico, são vários nomes para esse sistema ...