O uso do cobogó na arquitetura bioclimática - SustentArqui

Rio de Janeiro 04/05/2015 | 20:13 - Por: Cristiane Nunes

O uso do cobogó na arquitetura bioclimática

Cobogó

O Cobogó é um elemento de vedação vazado e modular, tipicamente brasileiro, que proporciona iluminação e ventilação natural; conceitos básicos da arquitetura bioclimática.

A Origem do Cobogó:

Criado em 1929 por três pessoas que trabalhavam na construção civil o comerciante português Amadeu Oliveira COimbra, o alemão Ernst August BOeckmann e o engenheiro pernambucano Antônio de GÓes (iniciais dos sobrenomes que formou a palavra COBOGÓ).

Os três inventores que moravam em Recife criaram uma solução para amenizar as condições climáticas no interior das casas nordestinas, levantando paredes sem vedar a entrada de ar no ambiente.

Inspirado no Muxarabi (Mashrabiya): elemento tradicional da arquitetura árabe, que consiste em treliças de madeira instaladas nas sacadas e janelas das casas, com o intuito de que as mulheres não fossem vistas no interior do edifício. Este recurso foi também utilizado, de maneira adaptada, na arquitetura colonial brasileira.

muxarabi

Muxarabi inspiração para o cobogó

Adotado pela arquitetura modernista, o cobogó passou a ser popularizado e muito utilizado por Lúcio Costa e Oscar Niemeyer.

Nos anos 40 e 50 esse elemento construtivo começou a ter o seu espaço dentro das casas, servindo de divisor de ambientes. Ainda no final da década de 50 foi muito utilizado na construção da nova capital do país, adotados em residências e edifícios públicos do plano piloto.

Na década de 60 foi amplamente utilizado nas fachadas posteriores, onde estavam localizadas as áreas de serviços, justamente pela sua capacidade de aeração. Com isso, foi caracterizado como um elemento construtivo pejorativo, utilizado para os “fundos” da edificação, e acabou caindo em desuso nas décadas seguintes.

Cobogó

Cobogó na fachada de edifício em Brasília na década de 60

O retorno do cobogó:

Nos últimos anos, o elemento voltou com força total na arquitetura e decoração, em busca da identidade cultural nacional do elemento.

Inicialmente foi criado em concreto, mas hoje pode ser encontrado repaginado em diversos tipos de materiais como mármore, vidro, cerâmica, resina, pvc, acrílico, madeira e também em diversas cores.

foto6

Exemplo de Cobogó usado no interior do ambiente

Também foi adotado como inspiração para diversos designers como os irmãos Campana e a arquiteta Lia Siqueira.

cobogo design

Mesas inspiradas no design do Cobogó: Irmãos Campana / Lia Siqueira

 

A importância do uso do cobogó na arquitetura sustentável:

O seu uso atende à várias premissas da arquitetura sustentável; como iluminação e ventilação natural e a valorização da cultura local.

O elemento é uma identidade da arquitetura nacional. Criado para o clima tropical, proporciona eficiência energética pois filtra o sol e garante ventilação permanente, o que diminui a necessidade do uso de ar condicionado e iluminação artificial nas edificações.

Além da função estética, seus desenhos garantem um jogo de luz e sombras únicos e também conferem privacidade ao interior.

Apesar das inúmeras vantagens, a parte acústica deixa a desejar, uma vez que os vazados do elemento não trazem reverberação.

 

Alguns arquitetos utilizaram como elemento principal em residências, e chamaram estas de Casa(s) Cobogó(s), veja alguns exemplos:

Cobogó

Casa Cobogó arquiteto Marcio Kogan – MK27

Cobogó

Casa Cobogó – Arquiteto Ney Lima

Cobogó

Casa Cobogó – arquitetos: Luiz Gustavo Grochoski Singeski e Isabela Fiori

 

Confira mais detalhes no vídeo abaixo –  História do Cobogó – Arquitetura Brasileira – produzido pela TV Câmara:

, , ,

Comments

economizar agua em condominios

Conheça boas práticas para economizar água em condomínios

Preocupação recorrente para quem quer ajudar a manter o planeta Terra saudável e ainda ao meio-ambiente conservado, ...
Arquitetura Dos Índios da Amazônia - capa livro

Arquitetura Dos Índios da Amazônia – Livro

Johan van Lengen, autor do best-seller – Manual do Arquiteto Descalço, surge com outra obra que explora a ...
banho mais sustentável

Banho mais sustentável: veja como economizar e proteger o planeta

Tomar banho nunca foi sinônimo de economia. No entanto, novas alternativas estão sendo criadas para diminuir o ...

Produtos Sustentáveis mais procurados

Tanque Coletor de Água de Chuva ( Cisterna Aparente )

Tanques para captação de água de chuva.

Ecofossa- sistema ecológico de tratamento de esgoto

Ecofossa é um sistema ecológico de tratamento de esgoto que maximiza ações de bactérias e não utiliza energia ...

Notícias mais acessadas

dicas para reaproveitar pallets

Dez dicas para reutilizar paletes de madeira

Afinal, o que é um pallet ou palete? Para que serve? A palavra pallet é de origem inglesa, e em português se ...
vantagens telhados verdes

Vantagens e desvantagens de um telhado verde. Veja exemplos.

Telhado verde, terraço jardim, cobertura vegetal, ecotelhado, telhado ecológico, são vários nomes para esse sistema ...